Na avaliação de Edson Duarte, eleitores devem avaliar quem tem condições de assumir e executar projeto

Os quase 20 milhões de votos de Marina Silva (PV), derrotada no primeiro turno das eleições presidenciais, parecem mesmo ainda não ter rumo certo. Mais um indicativo disso foi o anúncio de Edson Duarte, líder da bancada do PV na Câmara dos Deputados, nesta terça-feira (12), defendendo liberação do voto no segundo turno.

“Os nossos quase 20 milhões de eleitores devem avaliar quem tem condições de assumir e executar o projeto”, disse Duarte, sobre as propostas do PV. O líder reafirmou também seu desejo de que Dilma Rousseff e José Serra possam de fato “assumir os compromissos defendidos (pelo PV) para o Brasil”.

O posicionamento será repetido por Duarte, nesta quarta-feira (13), em Brasília, quando acontecerá uma reunião da Executiva Nacional do partido para definir o apoio no pleito presidencial. Segundo a assessoria do deputado, ele integra uma corrente de mobilização interna, da qual Marina também faz parte, que deseja a liberação do voto.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.