Lei da Ficha Limpa deve impugnar de 10% a 15% das candidaturas, diz TSE

Para o presidente do TSE, Ricardo Lewandowski, ¿A ficha limpa pegou sem dúvida nenhuma"

Agência Brasil |

O presidente do TSE, Ricardo Lewandowski, disse há pouco que a implementação da Lei da Ficha Limpa deve provocar a impugnação de até 15% das candidaturas este ano.

“A ficha limpa pegou sem dúvida nenhuma. Estou fazendo um cálculo que essas impugnações devem corresponder entre 10% a 15% dos registros de candidaturas. Isso é algo esperado, está dento do normal e a Justiça Eleitoral dará uma resposta rápida a essas impugnações”.

O presidente do tribunal disse também que a lei prevê algumas hipóteses de inelegibilidades e ao que, até o momento, todas as impugnações estão baseadas na Lei da Ficha Limpa.

“Vamos examinar todas essas impugnações e o que pode, de certa maneira, tranquilizar a todos que acompanham essas impugnações é que no momento que o TSE e o STF [Supremo Tribunal Federal] chegaram a um consenso em relação a certas teses, os processos serão julgados rapidamente”, disse o ministro em relação ao prazo para a Justiça Eleitoral julgar todos os casos de inelegibilidade

    Leia tudo sobre: Ficha LimpaTSERicardo Lewandowskieleições 2010

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG