Lago perde 38% dos votos em relação à eleição de 2006

Durante campanha, o ex-governador afirmou que 2010 pode ter sido o último pleito dele no Estado

Wilson Lima, iG Maranhão |

O ex-governador do Maranhão, Jackson Lago (PDT), perdeu no primeiro turno das eleições de 2010 quase dois quintos dos votos que ele obteve no primeiro turno das eleições de 2006, quando ele disputou e venceu o segundo turno contra a governadora Roseana Sarney (PMDB). Nesta terça-feira, a partir das 10h, Lago promete realizar uma entrevista coletiva onde falará do seu futuro político no Estado.

Nas eleições desse ano, Lago teve 569.412 votos em todo o Estado (19,54% dos votos válidos), sendo ultrapassado até mesmo pelo novato em disputas ao governo, Flávio Dino (PCdoB), que obteve 859 mil votos ou 29,49% do total. Em 2006, no entanto, o pedetista teve 933.089 votos (34,35% do total). Número 38,9% inferior a esse ano. Detalhe: o número de votos válidos nas eleições de 2010 no Maranhão foi 41% superior ao do eleitorado de 2006 (2,3 milhões há quatro anos contra 3,2 milhões ontem).

Se esses números forem comparados ao segundo turno de 2006, a queda de Jackson Lago é ainda maior. Há quatro anos, Lago teve 1,3 milhões de votos contra 1,2 milhões de Roseana. Tomando-se esses dados como parâmetro, o ex-governador perdeu quase 60% de sua votação. Em contrapartida, Roseana teve 13,8% mais eleitores ontem que no primeiro turno de 2006 e 13,6% mais votos que no segundo turno de 2010.

Hoje, Lago evitou contatos com a imprensa e passou o dia descansando em seu apartamento na região praiana de São Luís. O ex-governador recebeu correligionários do PDT e prefeitos aliados. Existe uma expectativa no que tange à coletiva desta terça-feira. Isso porque, Lago informou durante essa campanha que essa poderá ser a sua última eleição ao governo do Estado. Isso pode ser confirmado ou não durante a entrevista coletiva com o ex-governador. Em 2010, Lago participou da quarta eleição seguida para o governo do Estado (94, 2002, 2006 e 2010).

    Leia tudo sobre: eleições malago

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG