Lago critica Ministério Público Eleitoral maranhense

Pedetista afirma que recursos contra sua candidatura são de pessoas 'que não tem compromisso com a democracia'

Wilson Lima, iG Maranhão |

O candidato ao governo do Estado do Maranhão, Jackson Lago (PDT), criticou hoje, de forma indireta, o Ministério Público Eleitoral do Maranhão (MPE) por ter impetrado recurso contra o deferimento de sua candidatura ao governo do Estado. O registro de candidatura aguarda, desde meados de agosto, por julgamento no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O MPE impugnou a candidatura do pedetista por entender que ele se enquadra nas limitações da Lei Complementar 135/2010, a Lei da Ficha Limpa. No entanto, dia 04 de agosto, o Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA) liberou, por unanimidade, a candidatura de Lago ao governo do Estado por entender que a nova norma não poderia ser aplicada nas eleições de 2010. O MPE recorreu da decisão do TRE-MA no TSE.

Apesar do risco que ele corre de ter seu registro de candidatura negado pelo TSE, Lago afirmou: “Minha candidatura não está sub judice. Ela foi aprovada pelo TRE do Maranhão por ampla maioria, por seis a zero”, disse.

Em seguida, sem citar nomes ou instituições, Lago declarou. “Há recursos apresentados por pessoas que não têm compromisso com a democracia. É como se não bastasse eles terem desrespeitado 1,3 mil eleitores e colocado quem não ganhou”, falou. No TSE, existe apenas um recurso contra o registro de candidatura de Lago. Justamente esse do MPE maranhense.

    Leia tudo sobre: eleições majustiçalago

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG