Prefeito nega intenção de elevar os preços das tarifas dos ônibus em São Paulo

Gilberto Kassab depois de votar em São Paulo
Maria Fernanda Ziegler
Gilberto Kassab depois de votar em São Paulo
O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), votou hoje (3) no Colégio Santa Cruz, zona Oeste da capital paulista, por volta das 13 horas. Ele chegou ao posto de votação acompanhando o presidenciável tucano José Serra , o candidato do PSDB ao governo de São Paulo, Geraldo Alckmin, e o candidato tucano ao Senado, Aloysio Nunes Ferreira. O prefeito aguardou por cerca de 10 minutos na fila de votação.

Kassab disse que está confiante na vitória de Alckmin em um segundo turno na disputa presidencial. O prefeito, que foi cumprimentado por eleitores, disse que vai circular pela cidade até as 17h junto com Serra, Alckmin e Aloysio. Depois, vai esperar o resultado das urnas na casa de Serra.

Questionado sobre o anúncio de que as tarifas do transporte coletivo em São Paulo serão reajustadas, Kassab negou. "A passagem não vai subir", afirmou.

Após votar, o prefeito acompanhou  o discurso do candidato à presidência, José Serra, em uma praça próxima ao Colégio Santa Cruz.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.