Kassab reforça campanha de Alckmin em inauguração de comitê

Na volta das férias, prefeito da capital paulista aproveita seu horário de almoço para comparecer a evento do candidato tucano

Piero Locatelli, iG São Paulo |

Ausente desde o início da campanha tucana ao governo de São Paulo, o prefeito da capital, Gilberto Kassab (DEM), compareceu nos últimos dois dias a dois compromissos da agenda do candidato Geraldo Alkmin (PSDB). Kassab esteve de férias entre os dias 6 e 16 deste mês, não participando das primeiras duas semanas da campanha do tucano.

Futura Press
Ao lado de Geraldo Alckmin (d), Gilberto Kassab inaugura comitê tucano no Edifício Joelma, no centro de São Paulo, SP
Ontem à noite, Kassab esteve em Santana, zona norte de São Paulo, em encontro realizado com militantes tucanos. Já nesta quarta-feira, o prefeito usou seu horário de almoço para ir à inauguração do comitê de Geraldo Alckmin. Chegou pouco antes do meio-dia e ficou até o final do evento, por volta das 13h30. Fez um discurso curto no qual elogiou Alckmin, dizendo, entre outras coisas, que "Serra deu continuidade ao trabalho do Geraldo no governo do Estado".

O coordenador da campanha de Alckmin, Sidney Beraldo, negou que o evento tenha sido feito ao meio-dia apenas para que Kassab pudesse estar presente, dizendo que isso foi mera coincidência. O evento não constava da agenda oficial do candidato. Alckmin começou seu discurso agradecendo "especialmente ao Kassab seu apoio e sua presença".  

Integrantes da campanha de Alckmin acreditam que Kassab subirá frequentemente no palanque do candidato apesar do forte embate que tiveram na disputa de 2008 pela Prefeitura de São Paulo. Naquele ano, o DEM não apoiou a candidatura de Alckmin à Prefeitura e lançou Kassab como candidato. Sem o apoio dos Democratas e de parte do seu partido, o tucano sequer chegou ao segundo turno. Segundo a avaliação da cúpula tucana, mesmo com as mágoas do passado não há porque Kassab não apoiar a candidatura de Geraldo Alckmin. 

Site atrasado
No evento, também foi lançado o site da campanha de Geraldo Alckmin. A página estreou com duas semanas de atraso, devido à demora em contratar a empresa responsável pelo serviço. A página do seu principal adversário, Aloizio Mercadante (PT), já está no ar há dez dias.

O site estreou sem a possibilidade de pessoas físicas doarem para o candidato, prevista pela nova legislação eleitoral.

Os tucanos firmaram um convênio com as duas maiores redes de cartões do país e estão abrindo contas em vários bancos para que o processo seja possível, mas ainda não há previsão de lançamento da ferramenta.

Comitê
O comitê inaugurado hoje ocupa 1.100 m² no edifício Praça da Bandeira, antigo edifício Joelma, no centro de São Paulo. A coligação alugou cinco andares do prédio, onde já vinha trabalhando há dois meses.

Além de Alckmin, os candidatos ao Senado Orestes Quércia (PMDB) e Aloysio Nunes Ferreira (PSDB) também devem despachar do edifício. Parte da campanha de José Serra (PSDB) à Presidência da República também está instalada no edifício, mas o candidato não deve freqüentar o local constantemente.

Acontece no dia 26 de julho o 1º Debate On-Line Presidenciáveis 2010 . Saiba aqui como participar.

    Leia tudo sobre: eleiçõessão pauloalckminkassab

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG