Justiça proíbe Cid de efetuar despesa de divulgação institucional

Determinação judicial acata denúncia da coligação de Lúcio Alcântara, para quem o governador fazia publicidade irregular

Lauriberto Braga, iG Ceará |

A Justiça Eleitoral do Ceará acatou hoje liminar contra a publicidade institucional do governo do Estado. A decisão proíbe o governador Cid Gomes (PSB), candidato à reeleição, de efetuar despesas com divulgação
institucional durante todo o período eleitoral.

De acordo com a determinação judicial, Cid terá de apresentar todos os documentos referentes aos gastos relativos à criação, produção e veiculação de peças publicitárias feitas entre 2007 a 2010. A liminar atende a um pedido feito pela coligação Para Fazer Brilhar o Ceará, do candidato a governador  Lúcio Alcântara (PR).

Na representação, a coligação encaminhou à Corregedoria do Tribunal Regional Elkeitoral (TRE) mostras de outdoors e faixas com slogans que associam obras pelo Estado com o governador Cid Gomes. Por
Lei, estas placas deveriam ter somente informações sobre empresa responsável, valor e prazo de execução.

    Leia tudo sobre: eleições cecid gomescampanha

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG