Justiça Eleitoral proíbe Lúcio de usar reportagem contra Cid

Adversário do governador não mais poderá utilizar as denúncias trazidas na última edição da revista 'Veja'

Lauriberto Braga, iG Ceará |

O juiz do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE), Luiz Roberto Oliveira Duarte, mandou suspender hoje a utilização do conteúdo da matéria da revista Veja desta semana na propaganda dos representantes da coligação “Para Fazer Brilhar o Ceará” (PR-PPS), que apoia a candidatura de Lúcio Alcântara (PR) para governador.

A reportagem que acusa o candidato a governador Cid Gomes (PSB) e o deputado federal Ciro Gomes (PSB) de desvio de R$ 300 milhões de recursos federais vem sendo usada na propaganda de Lúcio desde domingo passado. Caso não cumpra a determinação a coligação está sujeita a punição.

“Determino que coligação e candidato cessem imediatamente a veiculação, em seu programa eleitoral de qualquer divulgação da referida reportagem da revista Veja , por configurar propaganda irregular, sob pena de multa que fixo em R$ 10 mil em caso de descumprimento", diz o juiz em sua liminar.

    Leia tudo sobre: eleições cecid gomesdenúncia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG