Determinação obriga retirada de circulação de veículos totalmente cobertos com adesivos dos postulantes

A Justiça Eleitoral do Ceará atendendo representação do Ministério Público Eleitoral determinou hoje a retirada imediata da propaganda eleitoral irregular adesivada em veículos. As irregularidades consistem na descaracterização dos automóveis pela alteração da cor original e total cobertura com os adesivos, inclusive todos os seus vidros.

Segundo a procuradora regional eleitoral auxiliar, Nilce Cunha, a equiparação da adesivação de carros com outdoor decorre das dimensões dos veículos ultrapassando os 4 metros quadrados permitidos pela legislação eleitoral.

Segundo ela, esta adesivação produz um impacto visual muito grande, "pois trata de um objeto móvel que pode circular por toda a cidade, conduzindo a propaganda e alcançando um número muito maior de eleitores". A Justiça Eleitoral fixou multa diária de R$ 8 mil para os responsáveis, caso não respeitem a decisão.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.