Jackson Lago comemora impasse do STF

Segundo ex-governador, quem julgará sua candidatura será o povo do Maranhão

Wilson Lima, iG Maranhão |

Em discurso na cidade de Caxias, distante 360 km de São Luís, o candidato ao governo do Estado do Maranhão, Jackson Lago (PDT), comemorou o impasse do Supremo Tribunal Federal (STF) em relação à aplicabilidade da Lei Complementar 135/2010, a Lei da Ficha Limpa, para as eleições de 2010. Na madrugada de hoje, o STF suspendeu sessão que iria definir a validade da nova norma após empate de 5 a 5.

Segundo Lago, a aplicação da Ficha Limpa seria uma tentativa de tirá-lo da disputa ao governo do Maranhão. “No desespero, tentaram ontem nos tirar novamente da disputa, num empate de cinco a cinco no Supremo Tribunal Federal. Mas, desta vez quem vai decidir é o povo do Maranhão. O grande juiz são vocês e vamos vencer de novo com a força do voto popular”, disse Lago.

O Ministério Público Eleitoral (MPE) do Maranhão impugnou o registro de candidatura de Lago alegando que ele estava enquadrado na Lei Complementar 135/2010 já que ele teve seu mandato cassado em abril de 2009 por crime de abuso de poder político e econômico nas eleições de 2006. O Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA) liberou a candidatura do pedetista alegando que a Lei da Ficha Limpa não poderia ser aplicada esse ano.

Agora, Lago aguarda recurso interposto pelo MPE no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). No TSE, o recurso aguarda julgamento há aproximadamente um mês e a definição do STF sobre a aplicabilidade, ou não, da Lei da Ficha Limpa poderá ser determinante no deferimento do registro de candidatura do pedetista.

    Leia tudo sobre: eleições malagoficha limpa

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG