Indio nega ser responsável por polêmicas contra Dilma

Candidato a vice na chapa de Serra alegou que elas são causadas porque a candidata "muda muito de opinião"

Agência Estado |

selo

O candidato a vice-presidente na chapa de José Serra (PSDB), Indio da Costa (DEM), acusado por integrantes da campanha da candidata petista à Presidência, Dilma Rousseff , de divulgar informações incorretas sobre ela, disse hoje, em Salvador, não ter participação nas polêmicas envolvendo a presidenciável acerca de temas como religião e aborto. Alegou que elas são causadas porque a candidata "muda muito de opinião".

"De manhã ela fala uma coisa e à noite, outra", disse Índio. "Ela é desconhecida, as pessoas não sabem quais são os valores dela. Ela tem de explicar a razão de suas mudanças frequentes de opinião." O candidato antecipou a viagem à capital baiana para participar de um encontro com lideranças regionais de DEM, PSDB e PPS na cidade, na sede do PSDB na Bahia. O encontro reuniu cerca de 200 militantes.

Inicialmente, Índio chegaria a Salvador manhã de amanhã para visitar, junto com lideranças de seu partido, o Mercado Modelo, um dos principais pontos turísticos da cidade, e para participar de uma caminhada pelo bairro popular de Pernambués - programação que deve ser seguida.

Depois de um rápido discurso, no qual pediu aos militantes união para "virar a eleição", o candidato visitou o Shopping Iguatemi, o mais movimentado de Salvador. No passeio, parou eleitores para se apresentar - poucos o reconheceram - e pedir apoio. "Vim pedir o voto dos baianos e muito axé para a campanha."

    Leia tudo sobre: pleito 2010eleições serraeleições dilmaindio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG