Indio não culpa Dilma e direção do PT por agressão a Serra

O candidato à vice-Presidência na chapa tucana ressaltou, no entanto, que o incidente foi claramente promovido por petistas

Flávia Salme, iG Rio de Janeiro |

O candidato à vice-Presidência Indio da Costa (DEM) afirmou que não responsabiliza diretamente a candidata adversária Dilma Rousseff, nem a direção do PT, pela agressão física sofrida por José Serra, na tarde desta quinta (20), na zona oeste do Rio.

Ele ressaltou, no entanto, que o grupo agressor era claramente petista. “Eu não responsabilizo ninguém, mas que estavam todos lá com a camisa do PT, quem estava lá viu”, afirmou, ao ser perguntado se responsabilizaria a candidata Dilma Rouseff e a direção do PT pelo episódio. “Foi lamentável, muito ódio. Nós vamos devolver esse ódio com muito carinho. A população não merece uma campanha assim”, completou.

Indio participou de um ato promovido por lideranças do PSDB, DEM e siglas aliadas como o PPS, em uma churracaria na zona sul do Rio.

Perguntado se acredita que outros episódios de violência possam vir a se repetir no próximo domingo, quando Serra e Dilma, realizarão atos de campanha no Rio, o candidato disse que não e acrescentou que o episódio mostra o nítido desespero do PT.

”Se os 12 pontos que o Vox Populi diz que eles têm na frente fossem verdadeiros, eles não estariam tão agressivos”.

Indio comemorou o aniversario de 40 anos no evento e pediu de presente a vitória nas urnas.

"Espero que isso nos seja muito favorável", disse Marcelo Alencar

O presidente de honra do PSDB, Marcelo Alencar, disse esperar que a agressão contra Serra favoreça a campanha tucana. “Espero que isso nos seja muito favorável, o povo brasileiro não tolera essas atitudes”, declarou.

O deputado Rodrigo Maia, presidente nacional do DEM, afirmou que o episódio deixou o grupo mais esperançoso. “Foi lamentável, mas essa caminhada (realizada por Serra na zona oeste do Rio) nos encheu de energia, sentimos agora um calor que não havia no primeiro turno".

Já o presidente regional do PSDB no Rio, José Camilo Zito, prefeito de Duque de Caxias, classificou a agressão “de baixaria”. “Mostra o despreparo da candidata Dilma”.

O deputado federal reeleito pelo PP, Jair Bolsonaro, afirmou que Dilma é uma candidata “ficha suja de sangue inocente”.

“A segunda pele dela é a mentira”, diz o ator Carlos Vereza

O evento no Rio de Janeiro também reuniu artistas como os atores Mauro Mendonça, Rosa Maria Murtinho e Carlos Vereza.

“Deixemos que essa senhora (Dilma) continue sendo manipulada porque a segunda pele dela é a mentira”, disse Vereza.

    Leia tudo sobre: Eleições RJPleito 2010

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG