Indicação de Temer pode ser revertida, diz Quércia

Aliado ao PSDB em São Paulo, ex-governador afirma que escolha do vice de Dilma Rousseff ainda depende de aval na convenção do PMDB

Ricardo Galhardo, iG São Paulo |

AE
Prefeitos de São Paulo aclamam Temer após reunião
A decisão da executiva nacional do PMDB, que indicou hoje o deputado Michel Temer (SP) pré-candidato a vice de Dilma Rousseff (PT), pode ser revertida na convenção do partido, marcada para o dia 12. Esta é a aposta do ex-governador de São Paulo Orestes Quércia (PMDB), que defende uma aliança com o PSDB.

“Tudo bem. Já esperávamos por isso. Mas não significa dizer que está definido na convenção. A convenção pode mudar tudo”, disse Quércia em conversa com o iG, no início da tarde desta terça-feira. Segundo ele, o resultado da convenção vai depender dos acertos entre PT e PMDB no Pará e Minas Gerais, Estados em que os dois partidos têm divergências. “Tem um processo em andamento para que o partido não apoie ninguém”, disse Quércia.

O ex-governador não está preocupado com sãs pressões do Palácio do Planalto para que a direção nacional do PMDB enquadre o partido em São Paulo. Quércia disse conversar frequentemente com Temer e nunca ter sentido nenhuma pressão. “Converso sempre com o próprio Michel e ele nunca me cobrou. Até porque ele sabe que nosso apoio ao PSDB é definitivo”, afirmou.

Quércia deve ser candidato ao Senado na chapa encabeçada pelo tucano Geraldo Alckmin. A boa relação dele com o PSDB vem desde a eleição municipal de 2008, quando indicou Alda Marco Antonio para vice de Gilberto Kassab (DEM), com apoio do hoje pré-candidato à Presidência José Serra (PSDB).

Segundo Quércia, mesmo que a direção nacional do PMDB tente enquadrar o partido em São Paulo não teria ferramentas para isso, já que o estatuto partidário dá autonomia aos Estados. “Se tivessem feito um novo regulamento 180 dias atrás até poderiam fazer alguma coisa. Agora não dá mais tempo, pois o estatuto do partido dá autonomia aos estados”, afirmou.

    Leia tudo sobre: QuérciaTemerPMDB

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG