Impugnados usam filhos como candidatos no Maranhão

Pelo menos três candidatos que desistiram de disputar as eleições agora apostam em seus herdeiros como alternativa política

Wilson Lima, iG Maranhão |

Três candidatos a deputado estadual que foram impugnados pelo Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA) por causa de restrições com prestações de contas no Tribunal de Contas do Estado ou da União desistiram das eleições e agora estão tentando eleger os próprios filhos.

O caso mais conhecido é o do peemedebista Fufuca Dantas. Dantas é ex-prefeito de Alto Alegre do Pindaré e teve seu registro cassado pelo TRE-MA por problemas na sua prestação de contas de quando era gestor do município. A solução de Dantas para "continuar" na disputa foi lançar o filho André Fufuca (PMDB), de apenas 20 anos. "Fufuquinha", como é conhecido, nunca disputou uma eleição.

Outra situação curiosa foi a envolvendo o ex-prefeito de Codó (cidade a 291 km da capital), Ricardo Archer. Archer tentava uma vaga na Câmara Federal, mas foi impedido de participar do pleito de 2010 pela desaprovação da sua prestação de contas quando era prefeito.

Impugnado, restou a ele lançar o filho, Ricardo Ceppas Archer (PMDB), na disputa. Ricardo Ceppas Archer utilizará o mesmo nome do pai na urna eletrônica. Assim como "Fufuquinha", Ricardo Cepas nunca se candidatou a um cargo eletivo.

O terceiro caso foi o deputado estadual José Lima (PV). Lima teve a sua candidatura também indeferida pelo TRE-MA por falta de prestação de contas. Mas antes mesmo de ser julgado, Lima já lançou o filho, Lima Neto (PMN), em seu lugar.

    Leia tudo sobre: eleições maimpugnados

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG