Ibope: Tarso está no limite para vencer no primeiro turno

Petista tem 52% dos votos válidos no Rio Grande do Sul, com margem de erro de dois pontos percentuais

Agência Estado |

selo

O ex-ministro da Justiça Tarso Genro (PT) lidera a corrida eleitoral para o governo do Rio Grande do Sul, segundo pesquisa Ibope para o Grupo RBS publicada hoje pelo jornal Zero Hora . O candidato petista tem 48% na modalidade estimulada e, excluídos os percentuais de votos brancos e nulos (3%) e distribuídos proporcionalmente os indecisos (5%), ficaria com 52% dos votos válidos. Como a margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos, a eleição fica no limite entra a decisão no primeiro turno ou a passagem para o segundo turno. Tarso precisa confirmar o percentual para garantir a vitória neste domingo. Os concorrentes lutam para conquistar uma pequena fatia do eleitorado para levar a disputa a uma nova rodada.

<p><span id="_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=ultimosegundo%2FMiGCompLinks_C%2FMiG_Detalhe&_cid_=1237790355051&_c_=MiGCompLinks_C" class="inclusion">_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=ultimosegundo%2FMiGCompLinks_C%2FMiG_Detalhe&_cid_=1237790355051&_c_=MiGCompLinks_C</span>

O ex-prefeito de Porto Alegre José Fogaça (PMDB) tem 26% das intenções de voto na modalidade estimulada e 28% dos votos válidos. Nos mesmos quesitos a governadora Yeda Crusius (PSDB), que busca a reeleição, tem, respectivamente, 15% e 16%.

A busca pelos indecisos, calculados em 5% na modalidade estimulada e 25% na espontânea, mobilizou as três candidaturas neste sábado. Tarso, Yeda e Fogaça programaram carreatas e caminhadas pelas ruas de Porto Alegre. O petista também reservou um tempo para atividades semelhantes em São Leopoldo e Canoas, na região metropolitana.

Senado

Na mesma pesquisa, os 2.002 entrevistados de cem municípios indicaram os candidatos que preferem para o Senado. Neste caso, a soma das intenções chega a 200% porque são duas vagas e dois votos por eleitor. Ana Amélia Lemos (PP) e Paulo Paim (PT) tem 52% da preferência, enquanto Germano Rigotto (PMDB) fica com 39% e Abgail Pereira (PC do B) com 14%.

As entrevistas foram feitas no período de 29 de setembro a 1º de outubro. A pesquisa foi registrada no TRE/RS sob o número 50.805/2010 e no TSE sob o número 33.495/2010.

    Leia tudo sobre: eleições rsgenrofogaçayedaibope

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG