Ibope mostra Aziz com 21 pontos sobre Nascimento

Terceira pesquisa de intenção de votos no Amazonas gera críticas de outros candidatos

Menezes y Morais, iG Brasília |

O Ibope / Rede Amazônica divulgou sua terceira pesquisa de intenção de votos para o governo do Amazonas, mostrando o candidato à reeleição Omar Aziz (PMN) com 53% das intenções de voto. O senador Alfredo Nascimento ficou em segundo lugar, com 32%. Na disputa pelo Senado, Eduardo Braga (PMDB) aparece com 80%. A pesquisa gerou muitas críticas nesta quarta-feira (14).

A deputada federal Vanessa Grazziotin (PCdoB) pontua em segundo lugar com 39%. E mostra o senador Arthur Virgílio (PSDB) em terceiro lugar, com 34% das intenções de votos. Outros candidatos a cargos majoritários criticaram o Ibope e as pesquisas de intenção de votos em geral, mostrando que elas nem sempre refletem a realidade que se apresenta quando da apuração dos votos.

O senador Arthur Virgílio, por exemplo, questionou a metodologia do Ibope. "Não ponho dúvida quanto à seriedade do Ibope, muito menos da Rede Amazônica, que o contratou para última pesquisa sobre intenção de voto. Mas tenho a mais absoluta convicção de que o resultado não reflete a realidade," disse o tucano, pelo twitter.

Contradição

"Como poderia, em tão curto espaço de tempo, sem nenhum fato novo, eu cair para 34 pontos e Vanessa Grazziotin subir para 39?" Para Virgílio, a pesquisa está em "flagrante contradição" com os números da segunda pesquisa divulgada pelo Ibope há duas semanas, quando ele aparecia com 51 pontos contra 29 de Vanessa Grazziotin.

Para Virgílio, o universo da pesquisa, que consultou 812 pessoas, "não pode traduzir a realidade" de todo o território amazonense. Outro que criticou a terceira pesquisa foi o candidato a vice-governador na chapa de Alfredo Nascimento, ex-prefeito Serafim Corrêa (PSB).

"Disputo eleições desde 1986 e no item pesquisa já vi de tudo um pouco. Em 1988 o Ibope disse que o Gilberto Mestrinho estava eleito e quando abriram as urnas o Artur foi eleito Prefeito de Manaus. Em 1994 o Jefferson Péres era o quarto colocado e na hora da verdade foi eleito Senador”.

Desmoralização

Serafim Corrêa disse ainda que “em 1996, Gilberto e Nonato Oliveira eram os primeiros e eu fui para o segundo turno. A eleição em que as pesquisas foram desmoralizadas mesmo foi em 2004, quando o cargo de prefeito de Manaus estava em disputa. Primeiro diziam que não teria segundo turno. Amazonino seria eleito no primeiro”.

E acrescentou: “Depois, se tivesse segundo turno eu estava fora. Houve segundo turno. E aí as coisas ficaram mais interessantes, pois tanto o Ibope quanto a Vox Populi diziam que Amazonino ganhava," comentou. Na eleição de 2004, Serafim Corrêa foi eleito prefeito de Manaus. Em 2008, disputou novamente e perdeu para Amazonino Mendes.

    Leia tudo sobre: eleições amaziz amnascimento amvírgilio amibope

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG