Ibope: Alckmin tem 47% e Mercadante sobe para 23%

Petista cresceu nove pontos pontos em comparação a levantamento anterior realizado pelo instituto

iG São Paulo |

O candidato do PSDB ao governo de São Paulo, Geraldo Alckmin, mantém a dianteira da disputa pelo maior colégio eleitoral do País, mas assiste a um estreitamento da vantagem sobre o petista Aloizio Mercadante, mostra pesquisa Ibope divulgada neste sábado. No levantamento, encomendado pelo jornal O Estado de S. Paulo e pela TV Globo, Alckmin caiu de 50% para 47%. Já o petista avançou 9 pontos, passando de 14% para 23%.

Os dados já consideram o impacto da propaganda eleitoral no rádio e na televisão, que teve início no último dia 17. Mesmo com o avanço do petista, Alckmin mantém a chance de vitória no primeiro turno, já que possui desempenho superior à soma das intenções de voto obtidas por seus adversários. Juntos, os demais concorrentes ao Palácio dos Bandeirantes têm 42%. 

Pela pesquisa, Celso Russomanno (PP) tem 8%, Paulo Skaf (PSB) tem 2% e Fabio Feldmann (PV) 1%. Os demais candidatos não pontuaram. Brancos e nulos somaram 7% e indecisos 11%.

Em um eventual segundo turno, Alckmin também levaria a disputa, segundo o levantamento. Ele teria 54%, contra 30% de Mercadante.

Senado

A pesquisa mostra ainda que a disputa pelo Senado continua tendo a ex-prefeita Marta Suplicy (PT) na primeira colocação, com 36% das intenções de voto. O vereador, cantor e apresentador Netinho de Paula (PC do B) subiu para 24% e agora está tecnicamente empatado com o ex-governador Orestes Quércia (PMDB), que tem 21%. Romeu Tuma (PTB) tem 14% e Ciro Moura (PTC) 11%. 

O Ibope entrevistou 1.204 eleitores entre os dias 24 e 26 deste mês. A margem de erro da pesquisa é de 3 pontos porcentuais, para mais ou para menos. O levantamento está registrado no TSE, sob número 26048/2010. 

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG