Helicóptero que estava a serviço de Lago cai em Imperatriz

Acidente matou o piloto da aeronave, que havia sido dispensada pelo candidato pedetista ao governo maranhense

Wilson Lima, iG Maranhão |

Um helicóptero que estava a serviço do candidato ao governo do Estado do Maranhão, Jackson Lago (PDT), caiu hoje de manhã na cidade de Imperatriz, 636 km de São Luís. O piloto da aeronave, identificado como Luís Flávio Quinta, de 50 anos, morreu carbonizado.

Segundo as primeiras informações da Polícia Militar, o acidente aconteceu no bairro Nova Vitória, às margens da BR-010, que corta a cidade de Imperatriz. O helictóptero saiu do Tocantins em direção a Imperatriz. Até ontem, a aeronave realizou o transporte do ex-governador por cidades da região tocantina no Maranhão.

Conforme informações da coordenação de campanha de Lago, a aeronave era alugada pelos prefeitos Sebastião Madeira (PSDB) e Ildemar Gonçalves (PSDB) e tinha sido cedida ao pedetista para o deslocamento a cidades próximas a Imperatriz. Desde ontem, o ex-governador cumpre agenda de campanha na região.

Ainda segundo a coordenação de campanha pedetista, ontem Lago decidiu não usar mais o helicóptero já que a aeronave transportava apenas quatro pessoas e a partir de hoje a comitiva teria seis pessoas. Além de Lago, o candidato ao Senado, Roberto Rocha (PSDB), também utilizou a aeronave nos últimos dias.

Desde a manhã de hoje, Lago está utilizando uma aeronave de uma empresa de táxi aéreo de Imperatriz para se deslocar pela região. O ex-governador está a caminho de Balsas, cidade na qual ele encerrará a campanha no interior maranhense.

    Leia tudo sobre: eleições malagoacidente

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG