Presidente do PSDB e ex-governador acertaram ação conjunta no Estado para fazer frente ao crescimento de Dilma Rousseff

Preocupados com a situação eleitoral em Minas Gerais e articulando a definição do vice na chapa do PSDB, o presidente do partido, senador Sérgio Guerra, e o ex-governador Aécio Neves encontraram-se ontem no Estado para aprofundar a estratégia dos tucanos, que passa pelo segundo maior colégio eleitoral do País. Diante da indefinição a respeito de quem será o vice do pré-candidato José Serra e da resistência de Aécio até o momento de aceitar a missão, os tucanos acertaram ação conjunta em Minas para fazer frente ao crescimento da pré-candidata do PT, Dilma Rousseff, no Estado.

Cientes de que a vitória passa por Minas, os tucanos querem fazer um contraponto à ação dos adversários no Estado. Na segunda-feira, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva deve viajar à região para apoiar a candidatura do peemedebista Hélio Costa.

Os tucanos decidiram elaborar uma agenda com eventos e uma ação política mais contundente com o objetivo de turbinar as candidaturas presidencial e estadual, de Antonio Anastasia. As informações são do jornal "O Estado de S. Paulo".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.