Guerra critica intenção do PT de interpelar Serra

Campanha de Dilma decidiu ir à Justiça contra tucano, por acusação sobre suposta tentativa de produzir dossiê

AE |

O senador Sérgio Guerra (PE), presidente nacional do PSDB, criticou hoje à tarde em sua página na rede de microblogs Twitter a intenção do PT de interpelar na Justiça o pré-candidato tucano José Serra pelas declarações em que o ex-governador atribui à adversária petista Dilma Rousseff a suposta tentativa de produzir um dossiê para prejudicá-lo.

A decisão de ir à Justiça contra Serra foi anunciada pelo presidente nacional do PT, José Eduardo Dutra, em nota divulgada nesta quinta-feira. "Dutra deveria partir para cima dos aloprados dele. Por que não o faz? Talvez porque não possa!", escreveu Guerra no microblog, em uma referência ao episódio que ficou conhecido como o dossiê dos "aloprados", em que petistas tentaram comprar um dossiê para prejudicar tucanos na eleição de 2006. 

"Um dos coordenadores da campanha petista, o deputado federal José Eduardo Cardozo (PT-SP) também comentou o caso pelo Twitter, dizendo que as declarações feitas ontem por Serra denotam a preocupação da oposição com a candidatura petista. "Declarações do candidato tucano imputando a Dilma responsabilidade sobre o dossiê que nem sequer existe mostra histeria e falta de orientação política", disse Cardozo. "É muito ruim para um candidato agir dessa forma. Mostra que nossos adversários políticos estão perdidos e desesperados."

    Leia tudo sobre: José serradilma rousseffdossiê

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG