Governadora eleita do RN se diz contrária à recriação da CPMF

Rosalba Ciarlini diz que imposto não resolveu o problema da saúde e defende a regulamentação da emenda 29

Agência Estado |

selo

A governadora eleita do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini (DEM), disse ser contra a recriação da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF). Segundo ela, o imposto destinado à saúde não vai resolver o problema do setor. "Sou contrária sempre. A CPMF já foi criada uma vez e não resolveu o problema da saúde. O que precisamos é que o governo priorize a saúde, a questão precisa ser resolvida com a regulamentação da Emenda 29", afirmou.

A Emenda 29 prevê mais recursos para a saúde e estabelece percentuais diferentes para Estados e municípios.

Rosalba argumentou que a recriação da CPMF trará apenas mais uma penalidade para o contribuinte. "A nova CPMF vai penalizar ainda mais o contribuinte, que não aceita mais impostos", disse. A governadora eleita comentou que é necessária a redistribuição dos recursos federais. "A CPMF foi criada, não resolveu e estamos há anos esperando a regulamentação da Emenda 29", completou.

    Leia tudo sobre: pleito 2010cpmfrosalba ciarliniemenda 29

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG