Gilmar vota contra Ficha Limpa e placar vai para 4 x 2

Ministro proveu o recurso de Roriz e entendeu que Ficha Limpa não deve valer para as eleições deste ano

Severino Motta, iG Brasília |

O ministro Gilmar Mendes votou contrariamente à aplicação da Ficha Limpa nas eleições de 2010. De acordo com ele, não se trata de uma questão de ser a favor ou contra políticos que podem ficar inelegíveis devido à nova lei, mas um respeito à Constituição. Com o voto, o placar no Supremo Tribunal Federal (STF) fica com quatro ministros favoráveis e dois contrários.

“Não estou defendendo ficha suja. Na guerra retórica se faz isso de maneira indevida. Quem defende aplicação da Constituição, especialmente o artigo 16, ou a concepção sobre ato jurídico perfeito obviamente não está defendendo a ficha suja, está defendendo a Constituição”, disse.

Após Gilmar Mendes, é a vez de Ellen Gracie proferir seu voto.


    Leia tudo sobre: eleições dfrorizficha limpa

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG