Gastos de campanha no Paraná podem chegar a R$ 1,38 bilhão

Dados apresentados pelos candidatos ao TRE revelam total astronômico a ser gasto pelas duas principais coligações no estado

Francisco Camargo, iG Paraná |

Os dados apresentados pelos candidatos ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) revelam que o total a ser gasto pelas duas principais coligações que disputarão a eleição no Paraná poderá chegar a R$ 1,38 bilhão. Apenas os dois principais personagens da corrida eleitoral – o tucano Beto Richa e o pedetista Osmar Dias – estimam investimentos de quase R$ 70 milhões. Pelo limite registrado no TRE, o senador Osmar Dias poderá gastar até R$ 42 milhões; Beto Richa, R$ 27 milhões.

Em 2006, na eleição ao governo do estado, Roberto Requião (PMDB) gastou R$ 12,8 milhões, derrotando Osmar Dias, no segundo turno, por pequena margem de votos. Foi o custo da reeleição. A estimativa de gastos de Osmar Dias é 325% maior e a de Beto Richa, 209%.

Milhões por uma cadeira
A disputa pelas 54 vagas na Assembleia Legislativa e 30 na Câmara Federal consumirá o maior volume de recursos. A coligação Novo Paraná, que tem Beto Richa e Flávio Arns como candidatos a governador e vice, mais Gustavo Fruet e Ricardo Barros concorrendo ao Senado, registrou limite de gastos de R$ 5 milhões para deputados federais e R$ 2,5 milhões para deputados estaduais. São 60 candidatos à Câmara Federal e se todos utilizarem o teto, serão gastos R$ 300 milhões. Outros R$ 270 milhões caberão aos 108 candidatos a uma vaga na Assembleia.

A Novo Paraná, encabeçada pelo PSDB, reúne o PSB, PP, DEM, PPS, PTB, PRB, PRP, PHS, PTC, PSDC, PTN, PSL e PMN. Na eleição para a Câmara Federal, o PSDB coligou com PP, DEM, PPS e PRB. Para a Assembleia Legislativa, com o PP, DEM, PTB e PRB.

A coligação PDT, PMDB, PT, PR, PSC e PC do B fixou como limite de gastos R$ 15 milhões para a campanha dos senadores e até R$ 42 milhões para a de governador. Da chapa proporcional para deputado federal e deputado estadual o PSC não participa.

As coligações também declararam teto de gastos de R$ 15 milhões para cada candidato ao Senado. Do lado de Osmar Dias serão candidatos Gleisi Hoffmann (PT) e o ex-governador Roberto Requião (PMDB).

    Leia tudo sobre: paranáeleiçõestreosmar diasbeto richagastos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG