Para o governador e candidato à reeleição, drogas viraram ¿pragas¿ no país e em Tocantins

O governador e candidato à reeleição Carlos Gaguim (PMDB) – que disputa o cargo com o ex-governador Siqueira Campos (PSDB) – prometeu criar “um projeto de saúde pública com a participação de agentes de prevenção de combate às drogas, que se tornou uma praga não só em Tocantins como em todo o país”.

Gaguim fez a promessa aos representantes da Associação Tocantinense dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias (Atacom). E comprometeu-se em melhorar o salário para valorizar a categoria. “Deus me colocou para fazer a diferença. Reconheço a importância do trabalho dos agentes e temos que avançar mais.”

O candidato da coligação “Força do Povo” não revelou como será esse projeto de combate às drogas. Ao receber cópia de um Manifesto das mãos do presidente da Atacom, José Hélio da Silva, afirmou que reavaliará as condições trabalhistas dos agentes de saúde e que vai aproveitar o trabalho desenvolvido pela categoria, com novas atribuições, caso seja eleito.

Tocantins é o primeiro Estado em que todos os servidores desta área concluíram o Curso Técnico em Agente Comunitário de Saúde. “Temos um papel importante, conhecemos de perto a realidade das famílias. Atuamos na redução dos índices de mortalidade infantil, aumento na cobertura de pré-natal. Precisamos de mais reconhecimento,” disse Silva.

Apesar do trabalho do Agente de Saúde ser realizado via convênio entre os governos Federal, Municipal e Estadual, Silva ressaltou que os agentes comunitários de vários municípios não têm estrutura de trabalho. “Uma das nossas reivindicações é a aquisição de motos, principalmente para os agentes que atuam na zona rural e o percurso é realizado a pé,” concluiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.