Gaguim institui horário corrido no Tocantins

Decreto do governador, que objetiva "redução" de gastos, exclui servidores da saúde e da segurança públicas

Gilson Cavalcante, iG Tocantins |

A partir desta terça-feira (26) os servidores públicos estaduais do Tocantins vão trabalhar seis horas corridas. Não haverá mais dois turnos de trabalho. Agora, o expediente será das 12 horas às 18 horas, conforme decreto do governador Calos Gaguim (PMDB) publicado nesta segunda-feira. Gaguim tomou a decisão a pouco mais de dois meses de deixar o governo.

Segundo o governador, esta é mais uma medida para “conter gastos e baixar os custos” com o funcionamento da máquina administrativa. “O objetivo de conter despesas do Estado, mas também é fruto de uma pesquisa que mostraria que essa mudança na jornada aumentaria a produtividade dos servidores,” justificou.

Gaguim, entretanto, não estimou o percentual dessa economia. "Se o outro governo quiser, poderá manter (a decisão),” acrescentou Gaguim, referindo-se ao governador eleito Siqueira Campos (PSDB), que será empossado no cargo dia 1º de janeiro. Os setores considerados emergenciais – segurança pública e saúde – ficaram de fora do decreto.

    Leia tudo sobre: eleições togaguim tosiqueira tohorário corrido

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG