Gaguim entra com ação contra prefeito de Miracema

Governador do Tocantins acusa Júnior Evangelista, aliado de Siqueira, por uso de propaganda eleitoral irregular

Menezes y Morais, iG Brasília |

A Assessoria Jurídica da Coligação “Força do Povo” informou por meio de nota que protocolou no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-TO) pedido de investigação judicial contra o prefeito de Miracema do Tocantins, Júnior Evangelista (PSDB). Ele é acusado de custear “com recursos da prefeitura propaganda eleitoral no Mira Jornal, em favor coligação Tocantins Levado a Sério.”

A coligação Força do Povo tem como candidato ao governo do Tocantins Carlos Gaguim (PMDB), que disputa com Siqueira Campos (PSDB). A coligação de Gaguim interpôs duas ações contra Siqueira. A primeira, com pedido de liminar, foi protocolada no dia 27 de julho e a Ação de Investigação no dia 3 de julho. Ambas aguardam julgamento.

De acordo com a assessoria de Gaguim, “o Mira Jornal publicou a matéria intitulada ‘Siqueira escolhe Miracema para primeira reunião; Prefeito mostra obras de drenagem a ex-governador’, que caracteriza uma conduta vedada a “gestores públicos durante o período eleitoral, conforme o inciso I, do artigo 37 da Constituição.”

“A liberdade de manifestação deve respeitar os também constitucionais princípios da administração pública, como a moralidade e igualdade. Julgada procedente, a ação poderá resultar na cassação do registro das candidaturas de Siqueira e João Ribeiro, tornando-os inelegíveis para os próximos oito anos, além do prefeito Júnior Evangelista,” conclui a nota.


    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG