Franklin rebate fala de Marta e defende Gabeira

O ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência defendeu ontem o pré-candidato do PV ao governo do Rio de Janeiro

Agência Estado |

O ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência, Franklin Martins, defendeu ontem o pré-candidato do PV ao governo do Rio de Janeiro, Fernando Gabeira, e rebateu declarações feitas pela pré-candidata do PT ao Senado, Marta Suplicy, sobre a atuação dele na ditadura. No domingo, a ex-prefeita de São Paulo afirmou que o deputado do PV "foi sequestrador" e que fora "escalado para matar", em 1969, o então embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Charles Elbrick.

Em Madri, onde participa com a delegação brasileira da cúpula União Europeia-América Latina, Martins, ex-militante dos grupos guerrilheiros Ação Libertadora Nacional (ALN) e Movimento Revolucionário 8 de Outubro (MR-8) com participação no sequestro do diplomata, refutou a versão de Marta. "O Gabeira não foi escalado. Não tinha ninguém escalado para matar", disse. "A participação do Gabeira era ser basicamente o responsável pela casa."

O ministro, porém, evitou entrar em controvérsia com a ex-prefeita. Afirmou não ter lido as declarações e evitou juízos de valor: "A Marta fala o que ela quer." O comentário de Marta foi feito em encontro com militantes do PT quando ela fazia a defesa da atuação da pré-candidata Dilma Rousseff (PT) na luta armada durante o regime militar. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: gabeiramarta suplicyfranklin martins

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG