Fórum nacional arranca bocejos de Marina e Temer

Palestra de apresentação dura quase uma hora e deixa candidatos com sono; só Plínio demonstra prestar atenção

Nara Alves, enviada ao Rio |

A palestra inicial do Fórum Nacional, que começou na manhã desta quinta-feira no Rio, arrancou bocejos da presidenciável Marina Silva (PV) e de Michel Temer (PMDB), candidato a vice na chapa de Dilma Rousseff à Presidência da República. A apresentação foi feita pelo ex-ministro João Paulo dos Reis Velloso, que mostrou aos candidatos as propostas do Instituto Nacional de Altos Estudos (Inae) para o futuro governo. Ele falou durante quase uma hora e exibiu 130 páginas de power point repletas de texto.

Reis Velloso fez uma análise minuciosa de como o Brasil pode se tornar um país desenvolvido e, ao mesmo tempo, uma potência ambiental. Defendeu uma “economia verde”, com desenvolvimento econômico sustentável. Ao perceber que os candidatos e também a plateia se mostravam entediados, o ex-ministro brincou: “É oportunidade mais oportunidade. Então, enche o saco”. Reis Velloso, que foi ministro durante o chamado “milagre econômico” brasileiro, criticou o crescimento da economia brasileira e a qualidade de ensino no país. Como bons exemplos, citou os países escandinavos.

Sem a presença dos presidenciáveis José Serra (PSDB) e Dilma Rousseff, o candidato do PSOL à Presidência, Plínio de Arruda Sampaio, se diferenciou dos demais presentes. Enquanto Marina bocejava abertamente e Temer, um experimentado parlamentar, tentava disfarçar os bocejos com a boca fechada, Plínio ouvia tudo atentamente e ainda fazia anotações.

Depois de Reis Velloso, os candidatos apresentarão as suas ideias para o desenvolvimento do Brasil. Em seguida, responderão a perguntas feitas por jornalistas e convidados. O evento foi organizado pelo Inae e acontece na sede da Academia Brasileira de Letras.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG