Fogo em barco da Justiça Eleitoral danifica urnas no AM

O barco da Justiça Eleitoral levava cinco pessoas: dois mesários, o presidente de mesa, um técnico, além do piloto - único ferido

Agência Estado |

selo

As urnas eletrônicas da comunidade de Cuiuanã, no Amazonas, ficaram completamente danificadas depois de um incêndio ocorrido ontem no barco que fazia o transporte dos equipamentos. O barco da Justiça Eleitoral pegou fogo por volta das 13h30 deste sábado, enquanto abastecia no Porto Degola, município de Anori, no Rio Solimões.

O barco da Justiça Eleitoral levava cinco pessoas: dois mesários, o presidente de mesa, um técnico, além do piloto - único ferido. Duas outras embarcações de madeira também foram atingidas pelo incêndio.

Também na noite de ontem, a presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM), desembargadora Maria das Graças Pessoa Figueiredo, informou a substituição das três urnas. Os novos equipamentos foram levados de barco da capital Manaus para Anori ainda na noite de ontem, onde foram lacradas.

Por volta das 6 horas da manhã deste domingo, um helicóptero fez o transporte das três urnas do município de Anori para a comunidade de Cuiuanã. O transporte aéreo foi necessário, pois a viagem de barco demora quatro horas e meia, o que prejudicaria o andamento do pleito de hoje.

A comunidade de Cuiuanã tem 214 eleitores e a votação transcorreu tranquila, segundo o TRE do Amazonas.

    Leia tudo sobre: eleições amurnas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG