Fogaça inaugura comitê central da campanha no Rio Grande do Sul

Fim de semana teve Yeda almoçando na rodoviária, Tarso defendendo movimentos sociais e Fogaça reafirmando força de aliança

Alexandre Haubrich, iG Porto Alegre |

O fim de semana foi de inauguração de dois comitês e homenagens ao Dia do Motorista e ao Dia do Colono. Enquanto Yeda Crusius (PSDB) e Tarso Genro (PT) começaram a tarde em eventos de tributos aos dois profissionais, José Fogaça (PMDB) dedicou o domingo, 25, à abertura do comitê. O PSOL também inaugurou seu comitê central de campanha, mas, por problemas familiares, seu candidato ao Piratini, Pedro Ruas, não compareceu.

Tarso esteve em Pontão, no interior do estado, onde novamente ressaltou a defesa do diálogo com os movimentos sociais, com uma frase já usada em outras ocasiões: “Entre os movimentos sociais e o governador não estará a Brigada Militar para reprimir”, disse, em reunião com integrantes de cooperativas. Yeda preferiu ficar em Porto Alegre, e homenagear os motoristas em um de seus principais locais de trabalho. Esteve na rodoviária da capital gaúcha, onde almoçou e conversou com motoristas de ônibus e taxistas.

Com a presença de seu candidato a vice, Pompeo de Mattos (PDT), de Pedro Simon (PMDB) e do prefeito da capital gaúcha José Fortunati (PDT), Fogaça inaugurou seu comitê central de campanha na Avenida Farrapos, em Porto Alegre. O peemedebista, como Tarso, continuou focando os mesmos pontos. No caso dele, os louros à aliança com o PDT, fragilizada pela significativa quantidade de dissidências, e a tentativa de mostrar-se como o meio termo entre PT e PSDB.

No sábado, a Avenida João Pessoa foi lugar de lançamento do comitê de campanha de Pedro Ruas (PSOL). O candidato, porém, não pode comparecer por problemas particulares.

Também no sábado, foram anunciados os resultados da pesquisa Datafolha. Segundo a pesquisa, Tarso Genro é favorito, tendo 35% das intenções de votos, contra 27% de José Fogaça e 15% da governadora Yeda Crusius. Entre todos os Estados pesquisados, este é o pior desempenho de um governador que tenta reeleição. Pedro Ruas, aparece com 1% das intenções de voto.

    Leia tudo sobre: yedacrusiustarso genrojosé fogaçario grande do sul

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG