FHC acha que ambição de Lula ao pleito de 2014 prejudica Dilma

Fernando Henrique reconhece o direito do presidente se candidatar, mas, critica a repetição do desejo de voltar ao cargo

EFE |

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) afirmou hoje que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva tem todo o direito de ser candidato em 2014, mas ficar repetindo este desejo neste momento só debilita a posição da pré-candidata do PT, Dilma Rousseff. "Cada um toma a decisão que considera de acordo com seus interesses", disse o ex-líder em alusão a Lula na entrevista coletiva concedida antes de receber em Madri o prêmio Gumersindo de Azcárate, do Colégio de Registradores da Propriedade e Mercantis da Espanha, por promover a segurança jurídica e a paz social em seu país.

"Lula tem todo o direito de se candidatar", disse FHC, após enumerar os vários chefes de Estado anteriores que seguem ativos politicamente, sobretudo no Senado do país. Sobre sua própria exceção, ele contou que tinha "outros afazeres" e por isso deixou a carreira política, mas ressaltou que compreende a vontade de Lula de renovar nas urnas seu mandato. "O presidente Lula é um (político) profissional, então é normal que busque o poder", disse Fernando Henrique.

No entanto, FHC não se mostrou convencido com a oportunidade escolhida por Lula para anunciar sua volta em 2014, em um momento que ainda não foram realizadas sequer as eleições presidenciais de outubro. "Não deveria ter feito agora porque tem uma pré-candidata do seu partido", afirmou o ex-presidente em referência a Dilma. As últimas pesquisas de opinião mostram um cenário político polarizado entre Dilma e o ex-governador de São Paulo José Serra (PSDB). Os dois estão empatados com 37% das intenções de votos.

    Leia tudo sobre: FHCLulaEleição 2014

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG