Ex-secretários são favoritos para vaga de vice de Yeda no RS

Otomar Vivian, ex-chefe da Casa Civil, aposta em João Carlos Machado, da Agricultura, devido à conexão com o agronegócio

Gustavo Coltri Skrotzky, iG Porto Alegre |

Se depender da governadora Yeda Crusius, do PSDB, a vaga de vice em sua candidatura à reeleição deve ficar entre os ex-secretários do governo gaúcho João Carlos Machado e Otomar Vivian. A pré-candidata declarou, em entrevista à imprensa local, acreditar que o Partido Progressista, aliado dos tucanos no estado, indicará um dos dois nomes, mas Vivian espera consenso em torno do ex-secretário da Agricultura.

A pré-candidata também reafirmou a preferência por “alguém que participou do governo como gestor”. O presidente do PP no estado, Pedro Bertolucci, confirma o favoritismo dos ex-secretários. Apesar da afirmação da governadora, Otomar Vivian, ex-chefe da Casa Civil, acredita na escolha de Machado como vice. “Me parece haver uma estratégia eleitoral no sentido de buscar a participação do agronegócio. Então, entendo que haja um encaminhamento natural para a indicação do ex-secretário”, afirmou ao iG .

Nomes cogitados desde o início do ano, Machado e Vivian voltaram à disputa pela vaga depois que líderes do diretório estadual, em reunião na última segunda-feira, decidiram ampliar as opções de escolha. Até então, os progressistas deliberavam sobre quatro nomes: o deputado federal Vilson Covatti e os vereadores Eduardo Macluf, Élio do Amaral e Jordão Oliveira – inscritos para seleção interna em 31 de maio.

O PP acredita chegar a um acordo antes da convenção estadual do partido,no fim do mês. Se não houver um consenso, entretanto, os 140 membros do diretório gaúcho devem decidir através de voto secreto.

    Leia tudo sobre: Yeda CrusiusRio Grande do SulPPPSDB

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG