Wellington Dias venceu a disputa, com mais de 1 milhão de votos. Zé Filho (PMDB) ficou em segundo lugar, com 33%

Agência Brasil

O governador eleito do Piauí, Wellington Dias (PT), tomou posse no início da manhã de hoje (1º) na Assembleia Legislativa do Estado. A cerimônia de transmissão de cargo ocorreu no Palácio Governador Karnak.

De acordo com nota do governo do Piauí, ao ser empossado, Dias ressaltou que este é seu terceiro mandato no estado. “A disposição é grande para trabalhar e lutar por aquilo que é essencial ao desenvolvimento econômico e social do Estado", disse o governador. No discurso, ele prometeu buscar o crescimento e o desenvolvimento do Piauí e, também, cortar gastos.

Wellington Dias venceu a disputa para o governo do Piauí, com mais de 1 milhão de votos e 63% dos votos válidos. Zé Filho (PMDB) ficou em segundo lugar, com 33%.

Bancário e radialista, começou na vida pública como sindicalista filiado à Central Única dos Trabalhadores (CUT). É filiado ao PT desde 1985. Na política, se elegeu vereador de Teresina, em 1992. Em 1994, foi eleito deputado estadual e presidente regional do PT.

Dias se elegeu deputado federal em 1998. Renunciou ao mandato em 2002, para disputar o governo do estado. Governou o Piauí por dois mandatos consecutivos entre 2002 e 2010 – quando renunciou para se candidatar ao Senado. Foi eleito o senador mais votado do estado, com quase 1 milhão de votos.

É casado com a deputada estadual Rejane Dias e tem três filhos. Terá como vice-governadora a deputada Margarete Coelho (PP).


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.