Estado está entre os primeiros no ranking de crimes eleitorais

João Luiz (PV), que disputa vaga na Câmara Federal, e Jadson D¿Avila (PRP), que concorre a Assembléia Legislativa, foram detidos

Vitor Graize, iG Espírito Santo |

Até as 16h deste domingo (03), o Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo registrou 209 ocorrências relacionadas a crimes eleitorais, inclusive com a detenção de dois candidatos. O levantamento coloca o Estado entre as unidades da federação com mais alto índice de crimes. Em todo o país foram 963 casos, no último levantamento do Tribunal Superior Eleitoral.

Em Colatina, no noroeste do estado, Jadson D’Avila, candidato a deputado estadual pelo PRP, foi detido na parte da manhã e liberado logo depois. Outro candidato detido foi João Luiz, do PV. Sua base política é a cidade de Aracruz, norte do Espírito Santo.

Segundo TRE, os crimes cometidos foram utilização indevida da máquina administrativa, boca de urna, fornecimento ilegal de alimentação, lei seca, propaganda irregular e transporte irregular.

Em todo o Estado, 20 urnas apresentarem problemas e foram substituídas.

    Leia tudo sobre: Eleições ES

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG