`Está sendo massacrada¿, diz Marina Silva sobre Heloísa Helena

Candidata do PV à Presidência quer ir a Alagoas para dar um abraço na candidata do PSOL ao Senado

Anderson Dezan, iG Rio de Janeiro |

A candidata do PV à Presidência da República, Marina Silva , disse nesta quinta-feira que pretende ir a Alagoas antes das eleições, que serão realizadas no próximo domingo, para dar um abraço na candidata ao Senado pelo PSOL, Heloísa Helena. Segundo Marina, a política alagoana está sendo “massacrada” em seu Estado e luta sozinha contra “forças do atraso”.

Agência Estado
Marina durante entrevista no Rio
“A senadora Heloísa Helena está sendo massacrada lá em Alagoas. Uma mulher corajosa e valente colocada na clandestinidade pelos meios de comunicação daquele estado”, disse. “Aquela mulher luta sozinha contra as forças do atraso na política do Nordeste. Quero ver como faço para dar um abraço na Helô. Espero que ela volte em breve ao Senado para o bem dos alagoanos e do Brasil”. As duas já fizeram parte da bancada do PT no Senado.

Na última terça-feira, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmou por unanimidade o registro eleitoral de Heloísa Helena ao Senado por Alagoas. Seu adversário, Ildefonso Lacerda (PRTB) pediu à Justiça Eleitoral que o registro da política do PSOL fosse cassado, tornando-a inelegível.

O pedido de impugnação teve como base a Lei da Ficha Limpa. Lacerda argumentou que Heloísa teria sido autuada pela Receita Federal por suposta sonegação de imposto de renda e rendimentos tributáveis que recebeu como deputada estadual. Para o ministro relator, Marco Aurélio Mello, o pedido foi feito fora do prazo e os argumentos apresentados não geram inelegibilidade.

    Leia tudo sobre: pleito 2010eleições marina

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG