Ensino técnico domina horário eleitoral de Alckmin e Mercadante

Candidatos ao governo paulista prometem ampliação das Etecs, e Suplicy elogia o lado humano de Marta na propaganda para o Senado

Cíntia Acayaba, iG São Paulo |

Os principais adversários na corrida pelo governo de São Paulo, Aloizio Mercadante (PT) e Geraldo Alckmin (PSDB), elegeram o mesmo tema para o horário eleitoral noturno desta segunda-feira: o ensino profissionalizante. Se para Mercadante o modelo de Escola Técnica Estadual (Etec) de São Paulo funciona, mas “para poucos”, Alckmin vai a alguns canteiros de obras das Etecs para mostrar a expansão das mesmas.

Antes disso, o candidato petista exibiu uma visita a uma mulher idosa, avó de crianças em idade escolar, mostrando-se indignado com o fato de que eles passaram para o quinto ano do Ensino Fundamental sem saber ler nem escrever.  Na sequência, enumerou seus projetos para a área da Educação: fim da aprovação automática; respeito aos professores, Ensino Médio em tempo integral com cursos profissionalizantes; seguranças nas escolas, com câmeras nas unidades. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva retornou ao programa para dizer que “Mercadante discute problemas e aponta soluções”.

Já o tucano citou algumas das 186 Etecs e ainda anunciou mais um projeto para o ensino profissionalizante, “o via rápido”, com cursos administrados por horas. Alckmin utilizou o final de seu tempo para mostrar as mudanças na área da saúde estadual.

O candidato do PV, Fábio Feldman, voltou a falar do programa de segurança “tolerância zero”. Celso Russomano, candidato do PP esteve nas ruas para saber os problemas enfrentados pela população em relação à saúde. Paulo Skaff (PSB) citou novamente o seu pouco espaço na TV.

Senado
Marta Suplicy, candidata ao Senado pelo PT, iniciou seu tempo dizendo que sempre esteve “aberta para aprender com erros e acertos” e que aprendeu muito com o senador Eduardo Suplicy (PT), seu ex-marido. O senador surgiu para falar que a petista tem “enorme carinho para com os seres humanos” e que ela pode ser a primeira representante do sexo feminino de São Paulo no Senado Federal.

Netinho, candidato do PCdoB, usou imagens do comício com o presidente Lula, em Osasco, na última sexta-feira. O candidato Orestes Quércia (PMDB) enfatizou a habitação e mostrou o apoio de José Serra (PSDB) e Geraldo Alckmin (PSDB).

Aloysio Nunes Ferreira, candidato do PSDB ao Senado, reforçou seu programa eleitoral com depoimentos dos aliados de partido Geraldo Alckmin, José Serra e Fernando Henrique Cardoso. Desde o início do horário eleitoral, o ex-presidente FHC só foi visto no programa de Nunes.

    Leia tudo sobre: eleições spmercadantealckminmarta

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG