Em tempo recorde, resultado saiu apenas uma hora após votação

TSE comemora eficiência da urna eletrônica e prevê mais avanços tecnológicos para as próximas eleições

Danilo Fariello e Severino Motta, iG Brasília |

A apuração do segundo turno das eleições foi a mais rápida da história. Em pouco mais de uma hora depois de encerrada as votações no país, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Ricardo Lewandowski, anunciou a vitória da candidata Dilma Rousseff, do PT.

A vencedora foi conhecida às 20h04, enquanto que, nas eleições de 2006 o resultado final foi conhecido às 21h30 e, em 2002, às 23 horas. “(A apuração deste ano) é uma realização fantástica que causa orgulho a todos os brasileiros.

Para Lewandowski, foi uma satisfação e um orgulho para a Justiça eleitoral e para todos os brasileiros apresentar o resultado nessa rapidez. “A eleição ocorreu na mais absoluta paz e tranqüilidade e o resultado representa uma vitória do povo brasileiro.”

Reconhecimento biométrico

Segundo Lewandowski, porém, as apurações tendem a ser ainda mais rápidas nas próximas eleições por conta dos avanços tecnológicos. Entre os avanços tecnológicos, o ministro previu que, nas eleições da próxima década deverá haver 100% de reconhecimento biométrico nas urnas.

Neste ano, mais de 1,5 milhão de eleitores já tiveram suas digitais reconhecidas nas seções eleitorais. O reconhecimento biométrico vai reduzir as filas nos locais de votação e a distribuição de senhas para votação, comenta o ministro. “Isso significa que não teremos mais nenhuma possibilidade de fraudes ou equívocos.”

    Leia tudo sobre: eleições2010urna eletrônicaapuraçãolewandowskitse

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG