Em queda, Serra defende confronto com Dilma

Tucano critica formato de debate na CNI em que candidatos não fazem comentários nem perguntas entre si

Adriano Ceolin, iG Brasília |

O candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra, defendeu a realização de debates com perguntas e respostas entre os presidenciáveis. O tucano afirmou que falta oportunidade para o confronto entre os candidatos.

“Não é confronto político, mas confronto de ideias”, disse. “Pelo nosso lado, faço uma defesa que os próximos debates sejam com a participação entre os candidatos", afirmou.

Em queda nas pesquisas eleitorais, Serra quer debater com Dilma Rousseff (PT). O tucano fez a proposta logo no início de sua fala na sabatina da CNI. Diferentemente da adversária, ele fala de improviso mas segue roteiro por escrito, como de costume.

Serra também começou a fazer críticas ao governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. "Falta qualidade de gestão e capacidade para fazer sequenciamento de investimentos. Se tudo é prioritário, nada é prioritário", disse. O tucano, porém, não citou o nome do presidente,.

    Leia tudo sobre: DilmaSerraconfronto

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG