Em programa partidário, Serra reforça que manterá Bolsa Família

Em propaganda transmitida no rádio e na TV, candidato tucano promete ampliar o programa e mostra origem humilde

Alessandra Oggioni, iG São Paulo |

Em um recado direto ao eleitorado das camadas mais pobres, onde o PT tem maior vantagem, o candidato à Presidência pelo PSDB, José Serra, deixou claro durante o programa político-partidário, transmitido hoje pelas emissoras de rádio, que manterá e ampliará o Bolsa Família, caso seja eleito. “Você, que recebe o Bolsa Família, nós vamos aumentar e ampliar o programa”, garantiu.

Apresentado como “experiente, preparado, competente e boa gente”, a narração contou de forma breve o início da vida pública do tucano, aos 21 anos, quando foi presidente de uma organização estudantil. Depois, falou da perseguição de Serra no período da ditadura e a atuação do tucano como secretário, deputado federal, senador e ministro do Planejamento e da Saúde. “Serra foi testado nas urnas e aprovado pelo povo”, dizia a propaganda no rádio.

Nos dez minutos de televisão, o programa mostrou depoimentos emocionados de cidadãos que teriam sido beneficiados pelos projetos do candidato, além de destacar a origem humilde e o lado “família” do tucano, junto dos filhos e netos. “Este é Zé Serra, filho de uma dona de casa e de um vendedor de frutas”.

Entre os projetos de Serra, as ações na área da saúde foram as mais destacadas. Vacinação da gripe para o idoso, construção e ampliação de hospitais, criação dos medicamentos genéricos, programa de combate à Aids e mutirões apareceram na programação, assim como os investimentos em educação.

Depois de dizer que o país avançou nos últimos anos, mas ainda tem muita coisa por fazer, o programa político-partidário é encerrado com o slogan que será usado na campanha: “Vamos juntos. O Brasil pode mais”.

    Leia tudo sobre: serrapropagandabolsa família

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG