Em Minas, Serra diz que Azeredo é 'exemplo de dignidade'

Senador tucano é reu em processo no STF sobre supostos desvios de recursos públicos destinados a fazer caixa dois de campanhas

Rodrigo Rodrigues, enviado a Uberlândia |

Durante seu comício hoje em Uberlândia, o candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra, não polpou palavras ao elogiar o senador Eduardo Azeredo (PSDB-MG), réu no Supremo Tribunal Federal (STF) de um processo que investiga o escândalo conhecido como “mensalão mineiro”.

Segundo o processo que corre no Supremo, Azeredo supostamente desviada recursos públicos para caixa dois da campanha dele de governador em 1998, com a ajuda do ex-publicitário Marcos Valério. Durante os cumprimentos aos líderes, Serra disse chamou a atenção para a presença de Azeredo no palanque e disse que o senador, a exemplo de Itamar, Aécio e Antonio Anastasia, era “um exemplo de dignidade, de comportamento correto e de cooperação”.

Sobre a suposta cobrança de R$ 180 milhões adicionais que as empreiteiras que construíram o Rodoanel estão cobrando do Governo de São Paulo por terem adiantado o projeto em virtude do calendário eleitoral, José Serra limitou-se a dizer que “essa é uma questão que a Justiça vai decidir”.

O presidenciável tucano evitou responder perguntas polêmicas, concentrando toda as perguntas da coletiva nas questões pertinentes a Minas Gerais. Após o comício no Uberlândia Clube, o presidenciável tomou café numa padaria no centro da cidade mineira que é a segunda maior do Estado. Na sequência, Serra, Aécio e Anastasia seguiram para a cidade de Montes Claros.

    Leia tudo sobre: eleiçõeseleições serrapleito 2010

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG