Em horário eleitoral, Dilma critica governo FHC

Programa da candidata petista na TV diz que obras do governo anterior não avançaram

iG São Paulo |

Em horário eleitoral gratuito deste sábado, a candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff , dedicou boa parte de seu programa na TV para a comparação do governo Luiz Inácio Lula da Silva com o governo Fernando Henrique Cardoso, especialmente no âmbito econômico. “Acho que ficou bem claro que nosso modelo de governar é completamente diferente do modelo passado”, afirmou Dilma, após mostrar imagens que diziam que, sob o comando do PSDB, as obras de infraestrutura não avançaram no País.

A candidata petista disse também que uma de suas metas econômicas é a diminuição da carga tributária em alguns setores, como os impostos sobre a folha de pagamento das empresas, sobre os medicamentos, sobre os investimentos em energia e outras áreas de infraestrutura. “Minha meta é reduzir os impostos onde é possível e mais necessário”, disse a ex-ministra.

Já o candidato José Serra (PSDB) voltou a citar as denúncias de tráfico de influência na Casa Civil, ao mostrar reportagens sobre o caso divulgadas na imprensa. O programa tucano também tentou ligar a imagem da ex-ministra Erenice Guerra, cujo filho está envolvido nas denúncias, à candidata petista. “Dilma e Erenice: uma era a chefe. A outra, o braço direito”, dizia um narrador. Serra também falou sobre a proposta de aumento do salário mínimo para R$ 600 e da construção de 400 quilômetros de metrô, duas das principais bandeiras de sua campanha.

A presidenciável Marina Silva (PV) abordou em seu programa o tema economia sustentável. A candidata verde também foi apresentada como uma nova opção no cenário político e “convocou” eleitores à colocá-la no segundo turno e, assim, fazer “uma decisão histórica com duas mulheres disputando a Presidência”.

    Leia tudo sobre: eleições dilmaeleições serrapleito 2010

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG