Em greve de fome, Domingos Dutra vira 'homem placa'

Em protesto contra aliança PT-PMDB no Maranhão, deputado abordou o ex-ministro Antonio Palocci na Câmara

Andréia Sadi, iG Brasília |

Vestido como um “homem-placa”, o deputado federal Domingos Dutra (PT-MA) abordou nesta quarta-feira o ex-ministro Antonio Palocci (PT-SP) na Câmara dos Deputados. Em greve de fome desde a semana passada, o deputado parou para que Palocci, que está na coordenação da campanha de Dilma Rousseff, lesse a inscrição em seu cartaz. Na placa, havia frases como "Paguem suas dívidas sem vender petistas" e "Partido que se vende ao Sarney é dos trabalhadores?".

Acompanhado pelo líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP), Palocci leu a mensagem de protesto contra a família Sarney e apenas sorriu. Dutra disse que o ex-ministro foi educado, diferentemente de companheiros que, segundo ele, o acusam de “estar prejudicando” o projeto maior do partido: eleger Dilma.

“O Genoíno ontem, por exemplo, falou absurdos no plenário contra mim e o Manoel da Conceição. Se perdermos, tudo bem. Mas o importante é lutar”, resignou-se, referindo-se ao deputado José Genoino (PT-SP) e ao colega de protesto Manoel da Conceição, de 75 anos, que é um dos fundadores do PT.

Ontem, após Genoino discursar, Dutra pediu a palavra na tribuna e silenciou o plenário da Casa. O discurso terminou em aplausos. Hoje, Dutra  disse que Manoel passou mal e está no ambulatório médico da Câmara.

Na semana passada, o Diretório Nacional do PT anulou o apoio à candidatura de Flávio Dino, do PC do B, para o governo do Maranhão. Pressionado pelo presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), o partido aprovou o apoio à reeleição da governadora Roseana Sarney. Na defesa do apoio a Roseana, a cúpula petista argumenta que, em troca, Dilma terá em torno de 2 milhões de votos a mais do que o adversário tucano, José Serra, no Estado.

    Leia tudo sobre: Domingos Dutragreve

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG