Em debate, Beto Richa explica saída da prefeitura de Curitiba

Candidato tucano diz que eleitores o 'liberaram' de compromisso firmado em 2008; Dias anunciou agência reguladora para pedágio

Francisco Camargo, iG Paraná |

Nos debates de hoje na Universidade Positivo, Beto Richa (PSDB) foi indagado por estudantes sobre o compromisso que assumiu na eleição de 2008, de que não deixaria a prefeitura de Curitiba para disputar o governo. Justificou dizendo que “meus eleitores me liberaram para isso”, e que tem pesquisas mostrando que, agora, 80% deles “querem que eu vá para o governo do estado”.

Richa disse ainda que está preparado para assumir o novo cargo. “Fui eleito dez vezes o melhor prefeito do Brasil. E estou pronto para assumir o desafio de governar o Paraná.” O candidato afirmou ainda que se sente tranquilo em ter deixado a prefeitura nas mãos de seu vice, Luciano Ducci (PSB). “Ducci é competente e recentemente foi eleito o melhor prefeito, segundo pesquisa Datafolha”, completou.

Osmar e o pedágio
O candidato Osmar Dias (PDT), por sua vez, anunciou na sabatina que vai criar agência reguladora dos pedágios, impondo transparência na planilha de custos e auditoria para verificar o cumprimento das obras previstas nos contratos. “Lula provou que é possível ter pedágio mais barato. O modelo de cobrança de pedágio que houve no Paraná foi equivocado. Não é possível que continue desta maneira”, disse.

A agência reguladora será composta por usuários e representantes das concessionárias e do governo. “O pedágio já foi objeto de muita campanha política. Sem politizar, mas tratando esse assunto com a seriedade que ele merece, nós vamos colocar na mesa a planilha e estabelecer uma tarifa que seja justa”, disse o pedetista.

Para Osmar, a única forma de revogar um contrato é quando a outra parte não o cumpre, “e não construir as obras dentro do cronograma parece-me que é uma forma de não cumprir o contrato”. Para demonstrar que a tarifa no Paraná não é muito cara, citou um exemplo: "Se você sai de Curitiba e vai até Santos, dá três vezes a distância até Paranaguá, mas paga a metade do valor do pedágio”.

    Leia tudo sobre: osmar diasbeto richaeleiçõesparaná

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG