Na época, petista citou trechos da produção acadêmica do tucano em artigo sobre crise econômica

selo

Hoje eles divergem, ou dizem divergir, em praticamente todas as áreas. Mas apesar dos embates e das críticas, os candidatos à Presidência Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB) já viram o mundo com cores parecidas.

Tanto que a petista citou trechos da produção acadêmica do tucano em artigo sobre a crise econômica em 1993. Em texto chamado Crise no Estado e Liberalismo, publicado pela revista Executivo , da Fundação para o Desenvolvimento de Recursos Humanos, do Rio Grande do Sul, Dilma cita Serra duas vezes e reproduz trechos da obra do maior adversário político.

No artigo, a petista analisa a "proposta neoliberal" e a crise social e econômica do Brasil à época. Numa primeira parte, relaciona o fortalecimento do neoliberalismo ao "fracasso" das políticas keynesianas e ao questionamento do Estado de bem-estar social. Na segunda, na qual fala do tucano, trata do papel do Estado no processo de industrialização e da "falência do momento desenvolvimentista".

Economistas dizem que Serra e Dilma não apresentam diferenças significativas na forma como veem o papel do Estado. Ambos têm formação acadêmica na Unicamp, universidade tida como desenvolvimentista, que defende um Estado atuante. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.