Em almoço, ministros e senadores pró-Dilma discutem campanha

Vice-líder do governo, Argello vai reunir autoridades para discutir projetos e fazer "esforço concentrado" de campanhas estaduais

Andréia Sadi, iG Brasília |

Após um jantar no mês passado que reuniu 300 deputados em prol da candidatura de Dilma Rousseff à Presidência, será a vez dos senadores da base aliada discutirem projetos com cerca de 20 ministros convidados para um almoço nesta terça-feira (3), em Brasília. O encontro, que acontecerá na casa do vice-líder do governo Gim Argello (PTB), propõe um “esforço concentrado” a partir da troca de informações com os ministros, para reforçar as campanhas dos parlamentares e divulgar os resultados do governo Lula.

“Eu sou uma espécie de catalisador. Como sou de Brasília, conheço bem todo mundo aqui e pensei em oferecer este almoço”, disse Gim ao iG .

A ideia, segundo o petebista, é que os ministros ajudem os senadores em gravações dos programas de rádio e televisão, e os parlamentares tirem dúvidas sobre projetos das pastas nas bases eleitorais dos candidatos. O anfitrião espera receber para o almoço até 50 senadores e 20 ministros. “Teve até candidato a governador que me ligou querendo vir, mas eu disse que era restrito”, contou Gim.

Segundo o senador, diferentemente do jantar com deputados, a candidata não deverá comparecer. “Dilma deve estar se preparando para quinta-feira”, disse o senador, referindo-se ao primeiro debate na TV com os presidenciáveis.

    Leia tudo sobre: Dilma RousseffGim Argello

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG