Eleitos, Lobão e João Alberto voltam para o Senado

Ex-ministro de Minas e Energia partirá para o quarto mandato e vice-governador, para o segundo

Aline Louise, iG Maranhão |

O ex-ministro de Minas e Energia, Edison Lobão (PMDB-MA) e o vice-governador João Alberto (PMDB-MA), voltam ao Senado representando o Maranhão. Os dois são aliados da atual governadora do estado, Roseana Sarney (PMDB-MA), da coligação “O Maranhão não pode parar”. Lobão teve 1,7 milhões de votos; Alberto, 1,5 milhões. Lobão irá para o quarto mandato e Alberto, para o segundo.

O terceiro colocado na disputa, José Reinaldo Tavares (PSB), 727 mil votos e o quarto colocado, Roberto Rocha (PSDB) 642 mil votos. Edson Vidigal, ex- presidente do Superior Tribunal de Justiça, fechou a votação com 502 mil votos.

Os dois futuros senadores já fizeram parte da bancada maranhense no Senado. Em 2002, Lobão foi eleito, mas deixou a Casa para ocupar o Ministério de Minas e Energia do governo Lula em 2008. João Alberto, atualmente vice-governador de Roseana Sarney, também compôs o quadro de senadores maranhenses entre 1998 e 2006.

A dupla peemedebista apostou na campanha conjunta. Lobão enfatizou na descoberta do gás natural no interior maranhense e nas melhorias que a sua gestão como ministro teriam contribuído para os investimentos na pesquisa do subsolo maranhense. Já João Alberto deu enfoque às obras de infra-estrutura que realizou quando foi governador do Maranhão (1990-1991).

Esta é a quarta vez que Edison Lobão é eleito senador (1896, 1994 e 2002) e, caso termine o mandato, terá 32 anos de Senado Federal. Foi também governador do Maranhão entre 1991 e 1994 e eleito deputado federal em 1978 e 1882. João Alberto foi senador apenas uma vez e vice-governador por duas vezes, assumindo o comando do estado após a saída dos governadores eleitos (1990 e 1998).

    Leia tudo sobre: eleições masenadoresultado

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG