Eleições no Pará vão ter segundo turno

Simão Jatene e Ana Júlia continuam em campanha. Votos de Jader Barbalho e Paulo Rocha não foram divulgados

Pollyana Bastos, iG Pará |

O Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE) informou que a apuração das eleições de domingo (3) deve encerrar nesta segunda-feira. O atraso foi motivado pela dificuldade no envio de dados de zonas eleitorais em áreas de difícil acesso do estado. A apuração das urnas ainda não chegou em 99,9%, e o segundo turno ficou definido no Estado.

O candidato do PSDB, Simão Jatene, por pouco não levou a disputa ainda no primeiro turno, ele tem 48,97% dos votos contra 36,05% da atual governadora e candidata à reeleição pelo PT, Ana Júlia Carepa. Diante dos números, Jatene e Ana Júlia voltam a s enfrentar no dia 31 de outubro, no segundo turno das eleições.

Senado

Até agora também não está definido quem serão os dois senadores eleitos no Pará, já que os votos de Jader Barbalho (PMDB) e Paulo Rocha (PT) só serão divulgados no fim de toda a apuração. A medida foi uma determinação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que impugnou o registro dos dois candidatos com base na Lei da Ficha Limpa.

Entre os candidatos que têm os resultados parciais divulgados, Flexa Ribeiro (PSDB) lidera com 67,73% dos votos, seguido por Marinor Brito (PSOL), com 27,11% da parcela de votos divulgados. Mas há grande possibilidade de mudança neste quadro.

De acordo com as pesquisas realizadas pelo Ibope antes das eleições, Jader seria o candidato ao Senado mais votado no Pará. Os dados só poderão ser confirmados quando todos os votos forem contabilizados, porque Jader e Paulo Rocha tiveram registros de candidaturas impugnados como "fichas-sujas.".

    Leia tudo sobre: eleições pajatene paana julia pasegundo turno

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG