Eleições: 26 mil PMs vão ocupar as ruas do Rio no domingo

Secretário de Segurança destacou 2,3 mil carros para o patrulhar o Estado no período eleitoral; folga dos policiais foi reduzida

iG Rio de Janeiro |

O Secretário de Segurança Pública do Rio, José Mariano Beltrame, anunciou nesta quinta-feira (30) que 26.598 policiais militares foram destacados para reforçar a segurança no Estado no domingo (3), no primeiro turno das eleições. Os PMs vão contar com 2.309 mil carros para garantir o patrulhamento dos 92 municípios fluminenses. Para montar o esquema, que vai da meia-noite de sábado até o fim da apuração dos votos, o secretário reduziu a folga dos policiais no período eleitoral.

A capital terá 12.530 policiais em 1.169 viaturas operacionais. Na Baixada Fluminense serão 3.896 PMs em 243 viaturas. O interior terá 10.172 policiais e 897 viaturas. Dois helicópteros do Grupamento Aéreo Marítimo (GAM) serão usados em apoio ao esquema. O Batalhão de Polícia de Choque (BPChq) disponibilizou quatro equipes de prontidão e o Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), uma.

De acordo com a PM, serão patrulhados todos os locais de votação, como clubes, escolas, terminais rodoviários, marítimos, estações do metrô, Avenida Brasil, Linhas Amarela e Vermelha, pontos turísticos, orla marítima e complexos penitenciários.

Os policiais militares também vão realizar a escolta das urnas, o policiamento dos locais de votação e de apuração dos votos. Crimes eleitorais, como boca de urna, compra de votos e distribuição ilegal de material de campanha serão combatidos com o apoio a Justiça Eleitoral.

O anúncio do esquema de segurança foi feito depois de cinco arrastões na cidade, ocorridos desde a segunda-feira (27). No último, nesta quarta-feira (29), quatro bandidos fecharam uma rua no Jardim Botânico , na zona sul, e assaltaram pelo menos seis pessoas.

Prefeito Eduardo Paes suspende áreas de lazer na capital

O prefeito Eduardo Paes publicou decreto no Diário Oficial do Município nesta quinta-feira (30) em que suspende a implantação de áreas de lazer nas ruas da capital no dia da votação. O objetivo da medida, segundo o prefeito, é o de facilitar a locomoção de eleitores no próximo domingo (3). 

Porém, haverá interdição na Avenida Presidente Wilson, no Centro, para permitir o acesso e o estacionamento de veículos que transportem autoridades credenciadas pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ). A interdição será feita entre 6h de domingo e 6h de segunda-feira.

A CET-Rio também fará interdições no tráfego para a distribuição de urnas eletrônicas no dia da eleição. Na Saúde, a Rua Souza e Silva, entra a Avenida Venezuela e a Rua Sacadura Cabral, ficará fechada das 5h às 23h. Trecho da Sacadura Cabral, entra as ruas Souza e Silva e Pedro Ernesto também será interditado das 5h às 23h. O tráfego só será autorizado a veículos cadastrados pelo TRE.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG