Eleição cearense contará com apoio de 4,4 mil policiais militares

Tribunal Regional Eleitoral dispensou ajuda do Exército, mas montou esquema especial para garantir a segurança do pleito

Lauriberto Braga, iG Bahia |

O Estado do Ceará não terá o auxílio de forças do Exército brasileiro nestas eleições, mas o esquema para garantir a segurança do pleito contará com a participação de mais de 4,4 mil policiais militares, informou o Tribunal Regional Eleitoral nesta quinta-feira.

De acordo com o TRE cearense, a partir de amanhã a Operação Eleições, como foi denominada, já começará a implementar o esquema de segurança com o apoio do efetivo militar. Cento e oitenta e três cidades do interior do Estado receberão reforço policial.

Na tarde de hoje, os militares receberam uma cartilha com instruções sobre cumprimento de leis, normas e determinações da Justiça Eleitoral. A cartilha ensina, entre outras coisas, a fiscalizar a votação e coibir a propaganda ilegal.  A Secretaria de Segurança Pública ainda não decidiu se vai adotar a Lei Seca na eleição.

    Leia tudo sobre: eleições cesegurança

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG