Eduardo Campos começa a discursar em tom de 'já ganhou'

Governador é líder isolado nas pesquisas de intenção de voto, que indicam eventual vitória no primeiro turno

Thaisa Lisboa, iG Pernambuco |

Líder isolado em todas as pesquisas, o governador de Pernambuco e candidato à reeleição, Eduardo Campos (PSB), caminhou, nesta quinta-feira, pelas ruas dos bairros do Ibura, Três Carneiros e URs 1,2 e 3, além da comunidade 27 de Novembro. O socialista estava acompanhado dos candidatos ao Senado Humberto Costa (PT), e Armando Monteiro Neto (PTB).

Em clima de festa e ao som do novo jingle do governador: Frente Popular Futebol Clube, na qual a letra ressalta que em time que está ganhando não se deve mexer, o socialista falou para os eleitores. O candidato evitou o clima de “já ganhou”, mas, em seu discurso, fez uma alusão ao período pós-eleição. “Estamos construindo uma campanha elevada para que, após as eleições, possamos unir Pernambuco e seguir em frente, como em 2006”, disse.

Questionando se estava cantando vitória antes do tempo, ele não titubeou. “Estou lembrando que nós soubemos ganhar (em 2006) e não fizemos ação para atingir os adversários. Isso não era comum. Faremos de novo, caso a gente ganhe a eleição”, afirmou.

Já o candidato ao Senado, Armando Monteiro Neto, falou da importância de eleger a candidata Dilma Rousseff (PT) à Presidência  e os demais candidatos da chapa majoritária. “Dilma vai ampliar as conquistas do governo Lula. Vamos reeleger Eduardo Campos e os candidatos que representam esse projeto, mas temos que fortalecer esse conjunto. Por isso, peço o voto de vocês para Humberto Costa, esse combativo militante do PT. Peço também que me honrem com a sua confiança”, declarou.

    Leia tudo sobre: eleições peeduardo camposcampanha

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG